31.10.06

a vida epistolar

"Não era preciso ires para fora, largares o emprego, dares a volta ao mundo para tentares reencontrar-te. O que fizeste foi apenas fugir de uma parte de ti que não querias mais. Só que ela estará sempre contigo. Quer tu queiras ou não. Habitua-te a viver assim."

o abismo toca a todos

"A certa altura, o dinheiro deixa de contar. O que importa é o jogo" (Aristóteles Onassis)

as linhas da vida

Desço as escadas da estação. À minha frente linha 3 e linha 4. A linha 3 conduz-me ao trabalho. A linha 4 ao ócio. Não tenho escolha. Hoje. Quando estou de folga também não tenho escolha. Opto sempre pela linha 4. Não devia ser assim

30.10.06

A pausa para o café

Boxe

correria

Mas, afinal, o que me impede de parar? De estar só, de não fazer nada, fazer o que me apetece. Mas é típico, temos de estar ocupados, sempre a fazer coisas, sermos números, sempre eficientes e apresentar uma produtividade acima da média, remoermos o dia de ontem, planearmos o de amanhã, tudo num frenesim.

A solidão

Ela morava sozinha e um dia precisou de anotar aquilo que sentia para não perder mais tarde aquilo que sentiu naquele momento. Nas noites que chegam mais cedo, tenho a companhia de sete gatos de pano colocados na porta de entrada. Para facilitar o fluxo de energia de cada vez que se abre cada vez menos a porta.

há sempre mais que um caminho

É melhor desistir ou não.

as palavras

- Não sei se ainda acredito, sobretudo nas palavras de amor, elas enganam.

o jogo

- ó pai, porque é que as mulheres quando eu olho para elas passam a língua com finura por baixo do lábio superior?

26.10.06

a viagem

airplane_sex

as regras

Pedra, segundo a nova gramática, seria classificada, para além de nome comum feminino do singular, como contável, não humano, não inanimado? Criança é um nome epiceno?
Enquanto existir a pausa para o café da manhã. Mupifugirpeq

23.10.06

sismografia

Se eu fosse a registar todos os pensamentos que tenho durante um dia...

as sinergias

- And there’s no synergy at all. The synergy is broken.
- Mesmo assim dá princípio ao começo. Se morreres só te peço: da morte volta sempre em vida.

P.S. Uma conversa entre Llyod Cole e Sérgio Godinho

20.10.06

o número 32

O número 32 refere-se misticamente à idade que Jesus cumpriu na carne. Morreu aos 33. "Até que todos tenhamos chegado à unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, até atingirmos a idade de homem feito, na medida da idade da maturidade de Cristo".(Ef 4,13). Isto vem a propósito da coincidência de nos últimos dias o número trinta e dois surgir com frequência no meu caminho.

dos sonhos

O meu cérebro manufacturou hoje durante o sono a imagem de um sítio que eu penso ser Angola. Mas que raio estava eu a fazer em Angola? Não consigo entender porque tive este sonho. Nem porque ando a sonhar tanto.

14.10.06

já não sei escrever à máquina

gaja

Tás doido!?

- A decisão está tomada. Vou aprender chinês.
- Vais quê?!

vida perdida

200px-Library_book_shelves "Entrei numa livraria. Pus-me a contar os livros que há para ler e os anos que terei de vida. Não chegam, não duro nem para metade da livraria" (Almada Negreiros)

13.10.06

ANUNCIO

"Busco mujer sincera y cautelosa,
bella, diestra en el hogar y en la cama,
de buen linaje, sabia y eficiente,
que sea cuidadosa, tierna, dulce,
extrovertida y de aspecto elegante.

Que se desnude lentamente y tenga
carné de conducir, una carrera,
ojos grandes y boca muy suave.

Ni muchos ni pocos años: los justos.

Deberá, asimismo, darme alegría.

Ha de ser deportista, que le guste
la música clássica y la lectura;
atenta y sociable com mis amigos.

Nada importa el color de su cabello
raza o cultura. Sólo quiero amarla.
Quiero que, al verla, la vida comience.
Sólo busco uma mujer preparada
para viver mi prolongada muerte."

(Toni Montesinos Gilbert)

5.10.06

estou cá a pensar

quadro

hits